Weby shortcut
Protesto

Médicos goianos protestam contra planos de saúde

Ato de protesto dos médicos goianos contra seis planos de saúde, coordenado pelo Conselho Regional de Medicina de Goiás (Cremego)

Médicos goianos não atenderão usuários dos planos de saúde - Amil, Cassi, Capesesp, Fassincra, Promed e Imas - no período de 06 a 21 de junho, devido ao atraso no pagamento das consultas, por oferecerem menor valor pago pela consulta e não negociam com a categoria. 

Consultas que já haviam sido agendadas serão cumpridas. O que mudou foi a impossibilidade de novas marcações para os dias de protesto - Ademar Cardoso, gerente de atendimento ao usuário. 

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) afirma que é obrigação dos planos a garantia de atendimento aos usuários.